Le Turk

por Euclydes da Cunha Neto em 20 de agosto de 2012

Le Turk é um pseudônimo misterioso para um artista que traz a obra à frente de seu nome. Sobre ele é conhecido apenas sua origem francesa e o ano de seu nascimento: 1983. Entre as poucas informações, encontradas apenas em sua página no facebook, consta que a ideia do projeto surgiu numa noite ao som de Bach em seu headfone, e tudo que fez é fruto dos oito minutos desta música. Em seu site estão disponíveis suas fotos, ensaios, lista de exposições e o contato do produtor, mas nenhuma informação biográfica. Desde 2009 lança anualmente ensaios com primor artístico, conceitual e detalhista. São imagens que impressionam pela produção e acabamento.

Com Salbatar Circus I (2009/2010) e Salbatar Circus II (2010/2011), primeiras coleções do artista, foi selecionado para o 43º prêmio talento da França, em 2010. Utilizando o “Freak Show”, numa mescla de circo com o burlesco, produz imagens com alto grau de fantasia, através de belas composições com cenários e modelos teatrais, ora extraindo uma beleza angelical, ora o bizarro, calcado no mistério, no sensual e no sexual.

Le Turk com certeza faz de seu trabalho um grande espetáculo, onde o próprio artista é imerso na magia da obra, produzida com primor artístico, conceitual e detalhista.

+ leturk.com

zupi.com.br/le_turk

Compartilhe:

autor do post

Euclydes da Cunha Neto

Formado em Design Gráfico pela universidade e em arte pela vida, permeia a multiculturalidade das artes, tendo vivências na música, teatro e artes plásticas como artista e produtor cultural. Há cerca de dois anos pesquisa e trabalha com fotografia e vídeo, paixões antigas que despertaram recentemente.

Uma resposta para “Le Turk”

  1. Mariana Cardoso Granado disse:

    É muito parecido com o trabalho do Jan Saudek.

Deixe uma resposta

NEWSLETTER

Cadastrando seu e-mail você fica por dentro das novidades que envolvem a revista Foto Grafia e os principais destaques da cena fotográfica. A periodicidade de envio é moderada.